Hemorróidas: o que é, sintomas, causas e tudo sobre


COMPARTILHE AGORA MESMO
Avalie este post

As Hemorróidas são um problema bem comum que ocorre com diversas pessoas ao redor do país, sendo uma espécie de inchaço nas veias, que se torna inflamada com o passar do tempo, sendo elas localizadas na parte inferior do reto ou ânus. Essas veias podem ser na parte externa e ainda na parte interna da região inicial do reto ou abertura anal, respectivamente.

Hemorróidas e a gravidez

A Hemorróida se apresenta bastante em mulher grávidas, devido o problema de retorno do sangue das partes mais baixas do corpo causado pelo crescimento do útero. Sendo assim, há uma tendência maior e natural ao surgimento de doenças como a prisão de ventre e ainda a hemorróida, acometendo cerca de 15% das grávidas, podendo desaparecer em até três meses após o parto se for devidamente tratada.

hemorroidas

Para fazer com que a doença na gravidez não se desenvolva é necessário consumir mais fibras para que o sistema digestivo funcione com mais facilidade, hidratar o corpo consumindo bastante água o dia inteiro, fazendo compressas na região inferior do corpo para estimular a boa circulação do sangue, fazer banhos de assento com água morna para aliviar os sintomas, evitar ficar sentada por muito tempo a fim de que a circulação sanguínea seja incentivada, tomar cuidado com a limpeza da área e em casos mais extremos procurar um proctologista para tratar a doença com o surgimento de sintomas avançados

Tipos de Hemorróidas

Os principais tipos de apresentação da doença são:

  • Hemorróida Interna: que ocorre causando o inchaço das veias que ficam dentro do ânus
  • Hemorróida Externa: que ocorre causando o inchaço das mesmas veias, porém de forma avançada chegando a se projetar para fora
  • Grau de apresentação da Hemorróida:

– I: Quando não há esteriorização do inchaço das veias

– II: Quando há esteriorização do inchaço das veias e retorno espontâneo ao quadro normal com tratamento específico

– III: Quando há esteriorização, mas com necessidade de intervenção manual para retorno ao normal

– IV: Quando há esteriorização e a hemorróida não retorna ao normal nem como auxílio manual

Causas das Hemorróidas

A Hemorróida é um problema bastante comum, sendo o resultado do aumento da pressão sanguínea na região das veias do ânus, é comumente apresentado no período de gestação e após o parto. Pode ser ainda causado pelo problema de prisão de ventre, que leva a pessoa a passar grandes períodos de tempo sentado, fazendo pressão nas veias inferiores e ainda colocando bastante força para evacuar, incentivando a criação das hemorróidas na região. As demais causas de surgimento da doença são:

  • Resfriados
  • Infecções no ânus
  • Dieta pobre em fibras
  • Diarréia crônica
  • Ficar grandes períodos de tempo sentado

Fatores de risco

Existem ainda fatores de risco que fazem com que o problema possa vir a se agravar ou ainda influenciar o desenvolvimento das hemorróidas. Sendo eles:

  • Idade avançada, mais de 50 anos
  • Prática do sexo anal recorrente
  • Histórico familiar
  • Obesidade
  • Gravidez

Sintomas das Hemorróidas

Os sintomas das Hemorróidas sempre se apresentam, e começam de forma leve, seguindo com o problema e se apresentando de forma mais intensa à medida que ele se agrava. Os sintomas das hemorróidas vão mudando de local dependendo de onde o problema se apresenta, sendo os principais sintomas das Hemorróidas:

  • Prurido anal
  • Dor no ânus
  • Dores ao evacuar
  • Nódulos endurecidos próximos ao ânus
  • Sangue de coloração vermelha e viva no papel higiênico sempre que o indivíduo se limpa ao usar o banheiro, nas fezes ou ainda no próprio vaso sanitário

Procurando ajuda médica

É necessário em qualquer um dos casos e intensidades do problema ir em busca de ajuda médica para realizar o tratamento, pois ele pode se agravar a ponto de chegar ao estágio IV, onde não há mais a possibilidade de lidar com a retirada da hemorróida pela intervenção manual, sendo preciso outros procedimentos que deixarão grandes cicatrizes e ainda, na pior das hipóteses, ter de conviver com o problema. Os exames que trazem a chance de diagnóstico de Hemorróida são Sigmoidoscopia, Anoscopia e Proctoscopia.

No exame o médico irá analisar detalhadamente a região do reto e do cólon a fim de que possa detectar com precisão o agravamento do problema e saber das o diagnóstico de qual estágio a doença se encontra. É necessário deixar que o médico realize todos os procedimentos cabíveis ao exame, fazer as perguntas que tiver a fim de tirar todas as dúvidas a respeito e ainda responder a todos os questionamentos do profissional, pois assim ele poderá receitar a melhor medicação e tratamento para você.

Tratamento e medicação para Hemorróidas

Os principais tratamentos para as Hemorróidas são assistidos por profissionais da saúde e devem ser feitos sobre a recomendação deles. Um dos utilizados é a Coagulação Infravermelha, onde o paciente é submetido a um procedimento rápido e seguro que irá receber uma pequena sonda com luz infravermelha, rapidamente coagulando os casos que levam até a região e fazendo com que encolham e retrocedam. A diminuição dos tecidos no local pode levar algumas semanas para voltar ao normal.

Outro procedimento bastante usado é com Injeção, onde o paciente toma injeção nas veias inflamadas para diminuí-las. Outro tipo de tratamento é por meio de cirurgias com intervenção manual, que são alternativas caso os demais procedimentos rápidos não causem os efeitos necessários. Na cirurgia é amarrado alguns elásticos na base das veias inflamadas que fazem com que elas caiam sozinhas durante a evacuação em alguns dias. Os medicamentos mais usados para o tratamento do problema são Proctan, Clordox e Hemovirtus.

As pessoas que sofrem de hemorróidas podem ainda aliar o tratamento médico com tratamentos naturais, servindo apenas como forma de aliviar os sintomas do problema e ainda necessitam da indicação médica para que possam ser utilizados com segurança de que não irão agravar a situação. Os tratamentos naturais são à base de banhos de assento com ervas e plantas. Converse mais com seu médico a respeito e saiba sobre a possibilidade do uso desses procedimentos.

Complicações possíveis

A Hemorróida pode ocasionar o surgimento de outros problemas de saúde e agravar outras doenças que o indivíduo já tenha, como anemia, causada pela perca de sangue durante a evacuação. Outro problema que pode vir a aparecer é a gangrena, que é provocada pelo estrangulamento das hemorróidas, que ocorre quando há morte do tecido que reveste a veia logo após a interrupção da circulação sanguínea na região devido o problema das Hemorróidas.

Hemorróida tem cura?

A Hemorróida tem sim cura e pode ser tratada de diversas formas sempre tendo o acompanhamento médico para isso. Mas, em casos onde o problema está bastante avançado é preciso ser submetido a tratamentos mais intensos levando em consideração que a doença deixará sequelas no corpo. Sendo assim, é preciso tratar o problema desde cedo, diagnosticando a partir do aparecimento dos primeiros sintomas.

Convivendo com a Hemorróida

É preciso tomar diversas medidas e cuidados para conseguir lidar com o problema até que ele suma, ou ainda fazer com que os sintomas das Hemorróidas mais agravadas sejam amenizados. Dentre os cuidados estão:

  • Usar roupas de algodão
  • Evitar papel higiênico colorido ou com perfume
  • Fazer banhos de assento com água morna
  • Consumir uma dieta rica em fibras e bastante líquidos
  • Beber muita água
  • Fazer caminhadas rotineiras
  • Não fumar
  • Evitar coçar a região
  • Usar os medicamentos e fazer os tratamentos indicados pelo médico que lhe acompanha, sempre de acordo com a recomendação do profissional

Prevenindo a Hemorróida

Para prevenir o problema das Hemorróidas é preciso ter uma dieta rica em fibras, incluindo frutas, vegetais e grãos na alimentação. Evitar segurar a vontade de evacuar, exercitar-se sempre e manter o sistema imunológico forte para não pegar resfriados, não ficar muito tempo sentado no vaso e ainda beber bastante água o dia todo, a fim de manter o corpo sempre bem hidratado.

Deixe uma resposta